Publica ções de materiais nas línguas indígenas

Sebastian Drude sebastian.Drude at GMAIL.COM
Tue Nov 18 20:01:57 UTC 2008


Prezada Arissana, demais 'Etnolinguistas',


parabéns pelos seus estudos e interesses, e obrigado por chamar
atenção para esta temática.

A sua pergunta tem pelo menos dois aspectos - um são as fontes, e o
outro diz respeito ao teclado.

Quanto às fontes, creio que hoje em dia não é mais necessário nem
conveniente criar novas fontes para "novas" línguas.
Isto se fez muito nas décadas passadas, mas cada vez mais se usa um
estandard unificado para TODAS as línguas e escritas, que é o UNICODE.
Unicode não é uma fonte específica, mas uma encodificação, como se
fosse uma enorme tabela onde cada caratere (cada letra ou símbolo de
qualquer escrita do mundo) tem uma linha (um número) particular,
inclusive letras gregos e árabes, ideogramas chineses, símbolos
phonéticos e até carateres para línguas antigas, extinctas, ou
inventadas.  Há várias páginas em português que dão mais informações
sobre (e como usar) o unicode, por exemplo na wikipedia e nas páginas
do próprio unicode:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Unicode
http://unicode.org/standard/translations/portuguese.html

Há muitas fontes que utilizam a encodificação unicode - a grande
vantegem é, mesmo que você não tenha a fonte que outra pessoa usou ao
escrever um documento, se você tem outra fonte unicode você vai ver as
mesma letras.  Isto não acontece se você cria fontes particulares (que
não aderem ao estandard unicode) para línguas indígenas.  Claro que
não todas as fontes têm todos os carateres (são dezenas de milhares
já), mas as letras latinas mesmo com acentos estranhos quase todas as
fontes têm.

Algumas fontes UNICODE que você pode usar são por exemplo:
- Arial Unicode MS (está incluido nas versões mais modernas do Windows)
- várias fontes da família "Lucida" (vêm com java, OpenOffice ou Windows)
- Deja Vu   http://dejavu.sourceforge.net/wiki/index.php/Download
- Charis SIL e Doulos SIL
http://scripts.sil.org/cms/scripts/page.php?site_id=nrsi&cat_id=FontDownloads

Há muito mais, veja por exempla na página:
http://www.alanwood.net/unicode/fonts.html


Quanto ao segundo problema - como alcançar este carateres?, há várias maneiras.
No Word e em outros programas há a opção "inserir" > "símbolo", onde
você pode procurar pelos carateres específicos que você procura, por
exemplo o "e" com til tem, em unicode, o número 1EBD.

Mas claro que isto não é muito prático para o uso frequente. Você pode
criar macros que acessam esses carateres especiais e atribuir teclas
de atalho a estes macros.  Assim você pelo menos não precisa procurar
cada caratere cada vez.

Mas pelo menos, se você precisa de um caratere estranho ou novo, você
pode procurar nas tabelas UNICODE, mas você tem que se acostumar um
pouco com a nomenclatura.  Por exemplo, há a página
   http://www.unicode.org/Public/UNIDATA/NamesList.txt
com todas as letras, seus nomes e números.  O "e com til" se chama
"LATIN SMALL LETTER E WITH TILDE".

No caso de letras com acentos, você usualmente pode optar por usar um
caratere já pronto, combinado, ou usar dois carateres, um para a letra
e um outro para o acento.  (A maioria das fontes já são inteligentes o
suficiente para exibir o acento acima ou debaixo da letra, e para
tirar, por exemplo, o ponto sobre o "i" antes de colocar um til.)
O til em cima de letras comuns, por exemplo, se chama "combining
tilde" e tem o número "0303".

Em todos os maiores sistemas operacionais (Windows, MacOS, Linux,...)
há a possibilidade de escolher teclados para várias línguas, vale a
pena pesquisar se não há os carateres que você precisa em alguma
língua que já tem uma definição de teclado pronta.  Se não é ainda
possível criar uma, mas para isso você precisa entender bastante de
computação.

Há finalmente ainda programas que te permitem instalar novas
definições de teclado.
Um programa bastante popular e fácil de usar é o Keyman. É este que eu
uso quando quero escrever símbolos fonéticos, ou quando quero escrever
em Awetí, que também tem o til em cima de todas as vogais, inclusive
sobre o "Y".
Lamentavelmente a última versão do Keyman já não é mais de graça, como
versões anteriores.
Versões ainda gratuitas podem ser obtidas, por exemplo, em:

http://www.brothersoft.com/keyman-download-560.html
http://www.vasta.org/fonts/index.html (procurar por "<CharisIPAFont.zip>")

É fácil instalar e usar, junto com uma definição de teclado bem geral
como "IPAUni10.kmx".
Assim, por exemplo, para colocar um til em cima de qualquer letra,
digito a letra e depois o til.

No caso do Gmail no Firefox, que uso para escrever esta mensagem, é
até possível entrar diretamente estes símbolos.  Como eles chegam na
tela de vocês, é uma outra pergunta e depende dos programas que vocês
usam para ler esta mensagem, e suas configurações.

testes:
e com til - ẽ
E com til - Ẽ
i com til - ĩ
I com til - Ĩ
y com til - ỹ
Y com til - Ỹ
i crusado, para a vogal alta central não-arredondada - ɨ
i crusado com til - ɨ̃

Na minha tela, no último caso, eu vejo um til em cima de um i cruzado
com ponto - mas outra pessoa com uma fonte mais inteligente
provavelmente vai ver somente um i cruzado com til em vez do ponto.  O
código unicode é um mesmo, o problema aqui é um de exibição.

Escrevi um pequeno manual sobre isto, talvez os editores da Etnoling
tenham um lugar onde se pode acessar para fazer download.

Boa sorte, e muito sucesso ao escrever e editar textos em línguas indígenas!

Sebastian

-- 
| Sebastian Drude (Linguist)
| Sebastian.Drude at fu-berlin.de & Sebastian.Drude at googlemail.com
| http://www.germanistik.fu-berlin.de/il/pers/drude-en.html
-------------- next part --------------
An HTML attachment was scrubbed...
URL: <http://listserv.linguistlist.org/pipermail/etnolinguistica/attachments/20081118/90c2ab45/attachment.html>


More information about the Etnolinguistica mailing list