'Ler' em l ínguas antes ágrafas

Victor Petrucci vicpetru at HOTMAIL.COM
Thu Apr 28 22:42:22 UTC 2011


Caro Eduardo

Seguem alguns dados no Trinco Tupi que podem lhe ser úteis:



Karitiana py'ej (Vi: estudar, ler,
escrever)  (David Landin 2005)

Karitiana
py'ejep (N: letras, escrito)  (David
Landin 2005)


 

Guarani Mbya
-echa kuaa (reconhecer, saber ler; cf.-echa- < PTG *eCa ver e  kuaa < PTG *kuaab saber) onde C = ch

Guarani Mbya
-eroayvu (falar com, ler, descarregar arma; cf. –ero- causativo/comitativo.
ayvu  < *aibu idioma/ruído) Dooley


 

 Guajá
-awirok- (dar nome, nomear, ler) onde erok significa dar nome

 

 Guarani Paraguaio
monhe'en (cl. a-; ler; cf. -mo- < PTG *mo- causativo e –nhe’en < PTG
*je’eng falar) Literalmente: "fazer falar"


 

 Tupinambá
akwatiamongetá (V: ler; cf.-kwatia- , PTG *kwatiar desenhar e -mongetá < *mongeta
falar)  Silveira Bueno 1982:45
aquatiàmongetá. Literalmente: "falar o desenhado"


 Guajajara
yemangetá (V: ler; cf. ye < PTG *je reflexivo e -mangetá < *mongeta falar) literalmente falar-se


 

 Kokama leishka (V:
ler, empréstimo do espanhol leer e do quechua -shka)  Rosa Vallejos 2010:40

 

Fora do tronco
Tupi:

 

Cuna (Chibcha
Paez)

absoge (confesar, perguntar, ler)

absogedi (pajé,
xamã)

 

Tarasca Chibcha
Paez

arinteni (V:
ler)

shirantarini (V:
ler; cf. shiranta papel)

 

Macuxi (Caribe)

erenka (ler, cantar)

 

Proto Algonquin

*akime.wa (V: contar,
ler)


Victor A. Petrucci

Campinas - Brasil




To: etnolinguistica at yahoogrupos.com.br
From: kariri at gmail.com
Date: Thu, 28 Apr 2011 15:03:59 -0400
Subject: [etnolinguistica] 'Ler' em línguas antes ágrafas


















 



  


    
      
      
      Prezados,



Uma curiosidade: como se diz "ler" nas línguas indígenas com as quais

vocês trabalham?  Em geral, para "escrever" tenho visto uma tendência

a se usar algo cujo significado antes da adoção da escrita era

basicamente 'desenhar' (por exemplo, Karajá riti, que se refere

especialmente a padrões gráficos geométricos, do tipo que se pinta em

esteiras, etc.).  Para "ler", no entanto, a construção em Karajá é em

princípio menos transparente:  a coisa lida é marcada com a posposição

instrumental =di e o verbo usado significa, basicamente, 'caminhar'

(ou seja, "eu caminho com o livro" = "eu leio").  Antes de atribuir

isto a um simples caso de homonímia, gostaria de saber se alguém

conheceria exemplos parecidos em outras línguas.



Desde já, muito obrigado por quaisquer respostas.



Abraços,



Eduardo



    
     

    
    






   		 	   		  
-------------- next part --------------
An HTML attachment was scrubbed...
URL: <http://listserv.linguistlist.org/pipermail/etnolinguistica/attachments/20110428/26809beb/attachment.html>


More information about the Etnolinguistica mailing list